VoltarAzul Linhas Aéreas anuncia na Fiems início de operação em MS


 Presidente Sérgio Longen reuniu-se nesta quinta-feira no Edifício Casa da Indústria com o vice-presidente da empresa, Trey Urbahn, e com o diretor institucional Alberto Febeliano. A empresa Azul Linhas Aéreas Brasileiras anunciou nesta quinta-feira (16/04), durante reunião no Edifício Casa da Indústria, o início da operação em Mato Grosso do Sul a partir de junho deste ano com voos diários de Campo Grande (MS) para Campinas (SP). A informação foi divulgada pelo vice-presidente Trey Urbahn e pelo diretor institucional Alberto Febeliano ao presidente da Fiems, Sérgio Longen, que destacou a importância da chegada de mais uma empresa aérea no Estado. “Mato Grosso do Sul é um Estado em franco desenvolvimento, impulsionado pelo crescimento das indústrias”, disse. Sérgio Longen também acrescentou que, apesar do imenso potencial turístico de Mato Grosso do Sul, a indústria turística ainda está adormecida, iniciando há pouco tempo o trabalho de divulgação das belezas do Estado. “Esperamos que, com a vinda da Azul Linhas Aéreas, tenhamos, finalmente, um voo para Brasília (DF) que saia de Campo Grande às 7 horas e não de madrugada, como temos atualmente”, disse, destacando a necessidade para o setor empresarial e para a classe política desse horário diferenciado. Para o vice-presidente Trey Urbahn, a Azul Linhas Aéreas tem uma grande oportunidade de prosperar em Mato Grosso do Sul e, a princípio, vai ligar Campo Grande à base da empresa em Campinas. “No futuro, pretendemos ligar Campo Grande a outras cidades do Nordeste e também ao Rio de Janeiro (RJ). Além disso, quando entrarmos em operação, o preço das passagens aéreas deve cair consideravelmente, pois os valores cobrados pela Azul são muito baixos”, disse. O diretor institucional Alberto Febeliano destacou os diferenciais da empresa, como a qualidade das aeronaves - modelos Embraer 190 e 195, que comportam de 115 a 120 passageiros -, os serviços de bordo e, principalmente, o valor das tarifas. “Nós não temos passageiros, temos clientes e por isso colocamos funcionários bem treinados, oferecendo uma melhor forma de relacionamento”, ressaltou, completando que a visita à Capital serviu para coletar informações sobre quais são os lanços econômicos e culturais da região com o resto do País para facilitar o nosso planejamento de quais novas rotas devemos oferecer para os nossos futuros clientes. Hoje, a empresa tem voos de Campinas para Londrina (PR), Manaus (AM), Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador (BA), Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ), Itajaí (SC), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR). A companhia conta com sete aeronaves, sendo três Embraer 195 e quatro Embraer 190. A expectativa da Azul é ter uma frota de 14 unidades até o fim de 2009, chegando a 42 unidades no fim de 2011 e 78 ao fim de 2013. Para o empresário Peter Reiter, da Patena Embalagens e Resinas, o início da operação da Azul Linhas Aéreas Brasileiras no Estado vai facilitar a vida do empresariado local. “No meu caso, que moro em Campinas e tenho uma empresa também em Salvador, mais uma opção de linhas aéreas vai facilitar extremamente a minha vida”, disse. O diretor da Construtora CGR Engenharia, Kleber Luiz Recalde, disse que a estratégia da Azul Linhas Aéreas de conectar Campo Grande a cidades do Norte e Nordeste do País é essencial para as empresas de Mato Grosso do Sul. “Isso abrirá a oportunidade de realização de novos negócios, além de promover uma maior integração regional”, analisou.Fonte: FatimaNews